Hangar de Manutenção LATAM CML
Foto: LATAM

Hangar de 5,4 mil m² da companhia foi ocupado por 11 mil m³ de espuma química biodegradável em apenas 3 minutos. Amostra do material será analisada em laboratório nos Estados Unidos para certificar integridade de suas propriedades no combate ao fogo

A LATAM Brasil acaba de realizar um teste do sistema de combate a incêndios com o uso de espuma química biodegradável no Centro de Manutenção de Linha (CML), localizado no Aeroporto de Guarulhos (SP). O objetivo da simulação, feita no dia 2 de outubro, é atuar de forma preventiva para garantir o perfeito funcionamento dos equipamentos em situações de emergência.

No teste, foram utilizados 11 mil m³ de espuma, que alcançaram cerca de 2 metros de altura. Foram necessários somente 3 minutos para a espuma preencher os 5,4 mil m² do hangar. A simulação envolveu a participação de 25 colaboradores da LATAM Brasil.

“Contar com um Centro de Manutenção de Linha como este no Aeroporto de Guarulhos, com um sistema tão moderno de combate a incêndios, coloca a LATAM Brasil em uma posição de destaque em eficiência operacional e segurança”, explicou o gerente de Manutenção de Guarulhos, Marcelo Panagio.

O sistema é responsável por distribuir o líquido com detergente, armazenado em reservatórios alocados na casa de bombas do CML, para 14 geradores do hangar, que fazem a finalização da mistura para a formação da espuma. A espuma dispersada age no foco do incêndio extinguindo o oxigênio que alimenta o fogo.

Após o acionamento dos equipamentos, durante o teste, é necessário aguardar um período de 24 horas para a espuma baixar e ser retirada, para assim realizar a limpeza do espaço e o retorno de sua operação total. A equipe também coletou uma amostra da espuma que será encaminhada aos Estados Unidos para análise em laboratório.

Foto: Divulgação

O objetivo é garantir que o material continue com suas propriedades íntegras para combater o fogo. A área de Infraestrutura Predial da LATAM foi responsável por toda a logística para a realização do teste, sob o comando da engenheira Sandra Bueno. O Grupo de Bombeiros do aeroporto de Guarulhos também acompanhou as atividades.

A simulação é também mais uma ação que visa a segurança dos, aproximadamente, 500 colaboradores no mais moderno do centro de manutenção de linha. Divididos em 3 turnos de trabalho, 300 mecânicos atuam nas manutenções corretivas, preditivas ou preventivas das aeronaves da LATAM Brasil em operação no Aeroporto de Guarulhos, principal hub da companhia.

O moderno Centro de Manutenção de Linha possui 65 mil m² e capacidade para receber, simultaneamente, 7 aeronaves de dois corredores (widebody), como os modelos Boeing 777, 767 e 787, ou 14 aeronaves de um corredor (narrowbody), como os modelos da família Airbus A320. Além disso, graças a barreira acústica, permite o teste de motores a qualquer hora, reduzindo consideravelmente o barulho, um sistema inédito no país.

 

 

Via: LATAM Airlines

DEIXE UMA RESPOSTA