LATAM Airlines Brasil Airbus A320

Passados 12 dias desde o lançamento da sua estratégia de sustentabilidade, o Grupo LATAM Airlines anuncia que implementará a reciclagem a bordo em todos os voos domésticos nos países onde opera e levará o programa de reciclagem de uniformes iniciado no Peru para as demais afiliadas do grupo até o fim de ano.

Essas iniciativas de reciclagem são os primeiros marcos do grupo depois de revelar o seu plano de sustentabilidade no início deste mês.

É importante lembrar que a estratégia da LATAM para os próximos 30 anos compreende quatro pilares de trabalho: gestão ambiental, mudanças climáticas, economia circular e valor compartilhado, e busca contribuir para a conservação dos ecossistemas e o bem-estar das pessoas na América do Sul.

As ações de reciclagem consideram, por um lado, a reativação do “Recicle sua Viagem” no Chile, lançado em 2019, e do “Segundo Voo” no Peru, com sua história de três anos. Ambos os programas, suspensos devido à pandemia, estão sendo retomados hoje nesses países e enquadram-se no pilar da economia circular.

“No Dia Mundial da Reciclagem, estamos anunciando duas iniciativas que, em breve, estenderemos a todas as afiliadas. Essas ações permitirão aproximar o cuidado com o meio ambiente dos nossos passageiros e tripulantes, bem como avançar com os objetivos de eliminar plásticos de uso único até 2023 e nos transformar em um grupo que emita zero resíduos em aterros até 2027”, afirma o vice-presidente de Clientes do Grupo LATAM Airlines, Paulo Miranda.

No caso do “Recicle sua viagem”, a tripulação irá separar os resíduos gerados a bordo entre alumínio, vidro e plástico em todos os voos domésticos no Chile. Assim que o avião pousar, esses resíduos serão entregues à LSG Sky Chefs, que os transportará para diferentes pontos de reciclagem. Esse programa corporativo será inaugurado no Equador em junho, no Peru em agosto e na Colômbia e no Brasil em dezembro.

Por sua vez, o “Segundo Voo” é um programa pioneiro que nasceu no Peru e diz respeito à reciclagem de uniformes em desuso da tripulação, que são entregues a artesãs como insumo para a confecção de produtos.

Graças a este programa, o grupo não só minimiza o impacto no meio ambiente por meio da conversão de resíduo têxtil, mas também apoia a construção de uma comunidade mais sustentável mediante alianças, criação de empregos e promoção do consumo responsável.

A LATAM Peru tem como aliadas as artesãs do SISAN, que utilizam os têxteis para produzir artesanatos que destacam as iconografias do santuário Pachacamac. Dado o sucesso da iniciativa, a LATAM vai implantar o programa no Brasil e no Chile em agosto e no Equador em novembro.

Para mais informações, acesse https://www.latamairlines.com/br/pt/sustentabilidade