A LATAM fez uma nova adequação das suas encomendas para atingir uma meta de economia de custos até 2019, no total o grupo economizará até US$ 1 bilhão através do adiamento da entrega de dois aviões Boeing 787-9 Dreamliner para a LATAM Chile.

Uma conversão de encomendas foi realizada pela LATAM Brasil, que agora conta com mais duas encomendas para o A350-900, a alteração foi realizada a partir da encomenda para o A350-1000, a maior aeronave da família A350XWB. Com essas alterações a companhia agora tem 14 encomendas para o A350-1000 (-2 em relação à última alteração), 16 para o A350-900 e opera com 7 aviões da variante -900 em sua frota, sendo que quatro deles estão arrendados para a Qatar Airways.

Foto – Airbus/Divulgação

A companhia aproveitou para adiar a entrega de aeronaves da família A320neo, que agora só serão recebidos em 2018.

Em 2016 a LATAM Brasil já tinha realizado uma conversão de encomendas para o A350, passando encomendas do A350-900 para o A350-1000, e também aproveitou para cancelar algumas encomendas para o A320neo.