LATAM Brasil Airbus A320

O Grupo LATAM recebeu reconhecimento da Skytrax, principal avaliadora do setor aéreo para viagens seguras durante a pandemia de COVID-19, como uma companhia aérea 4 estrelas, única companhia aérea da América do Sul a alcançar essa pontuação.

O Airline Star Ratings é considerado uma referência mundial e utiliza uma escala consistente de pontuação de 1 a 5 estrelas, com base na avaliação dos padrões de produtos e serviços a bordo e nos aeroportos.

Atualmente, 29 companhias aéreas em todo o mundo receberam essa certificação. A classificação 4-Star COVID-19 Airline Safety Rating reconhece as medidas de higiene e segurança em aeroportos, considerando aspectos como a tecnologia utilizada para interações sem contato físico, atendimento ao cliente e os protocolos de distanciamento social para check-in, embarque e desembarque.

A auditoria foi conduzida pela Skytrax em abril de 2021, avaliando todos os protocolos de segurança e higiene introduzidos pela empresa durante a pandemia de COVID-19 para aumentar os níveis de segurança dos clientes e funcionários.

A classificação avalia as instalações e serviços de atendimento ao cliente para determinar com que eficácia e consistência os procedimentos COVID-19 estão sendo implementados no aeroporto e na limpeza a bordo, procedimentos de desinfecção, conformidade de uso e padrão dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) dos funcionários, sinalização e informações, aplicação de distanciamento social, higiene das instalações, orientações ao passageiro, organização e controle de fluxos de passageiros, aplicação de uso de máscara facial e serviço adaptados no aeroporto e a bordo.

“Este reconhecimento atesta as nossas medidas de segurança e higiene aprimoradas no contexto da crise de saúde global da COVID-19”, afirma Paulo Miranda, vice-presidente de Clientes do Grupo LATAM Airlines. “Nossos clientes podem ter tranquilidade para voar com a LATAM, que está adotando todas as recomendações das organizações de saúde e até mesmo iniciativas pioneiras que reforçam os seus padrões de limpeza e prevenção em todas as etapas da viagem”. 

LATAM Airlines Brasil Avião Solidário Covid-19

O Grupo tem cooperado com os administradores aeroportuários de vários países para garantir que suas medidas de segurança contra a COVID-19 sejam bem comunicadas aos passageiros e que haja distanciamento social e sistemas de trânsito unidirecional. Sempre que necessário, a LATAM tem utilizado sinalização e aumentado a quantidade e a visibilidade das estações para limpeza das mãos.

Edward Plaisted, da Skytrax acrescenta: “O LATAM Airlines Group tem uma grande presença no mercado de viagens da América Latina e tem adotado um sistema de segurança contra a COVID-19 baseado em uma variedade de padrões globais e alinhado com as determinações dos governos onde opera. Nessa rede global, estamos impressionados com a consistência alcançada em termos de manuseio seguro para os passageiros em cada aeroporto. Da mesma forma, também são altamente elogiáveis os procedimentos aprimorados para desinfetar seus espaços nos aeroportos e a bordo”.

Além disso, a pontuação como companhia aérea 4 estrelas reconhece os procedimentos de limpeza adequados e consistentes das salas VIP; medidas adequadas para distanciamento social e sistemas de distribuição segura de alimentos e bebidas; limpeza a bordo de boa qualidade, inclusive com uso de raios UV na higienização da cabine, além de processos de limpeza com desinfetantes certificados cientificamente; serviços de catering adaptados para a pandemia de COVID-19, com redução de contato físico e medidas de segurança alimentar aprimoradas na apresentação das refeições. 

LATAM
Foto: LATAM/Divulgação

Por fim, o grupo LATAM tem desempenhado um papel relevante na logística e transporte de vacinas para o enfrentamento da COVID-19. Após a chegada dos primeiros embarques com vacinas para a América do Sul, em dezembro de 2020, a LATAM se colocou à disposição das autoridades dos países onde tem operações domésticas para o transporte gratuito dessas vacinas. Até o momento, o grupo mobilizou mais de 37,5 milhões de doses gratuitamente dentro desses países.

Via LATAM.