LATAM Brasil

Em meio as discussões sobre uma possível fusão, a LATAM está novamente convocando tripulantes que foram demitidos em 2020, após anunciar mais uma alta na demanda de passageiros.

O CEO da LATAM Brasil, Jerome Cadier, disse nesta semana que a companhia planeja retomar seus voos de forma acelerada nos próximos meses, para isso, cerca de 750 tripulantes serão “chamados de volta”. Estes fazem parte das 2700 demissões da LATAM no Brasil em 2020, contabilizando também com os tripulantes que se desligaram voluntariamente da empresa.

Um leitor do Portal Aeroflap nos enviou na manhã desta quinta-feira (27) uma imagem mostrando que o processo de convocação dos aeronautas demitidos realmente está ocorrendo.

A empresa está atualmente operando 49% do que operava no mesmo mês em 2019. Essa projeção é superior à de abril deste ano, quando a companhia operou 38%.

A companhia operou em abril cerca de 190 voos diários. Em maio a aérea planeja encerrar o mês com uma média de 250 voos operados por dia. Em julho a companhia planeja ter 400 voos diários, com aumento para quase 800 até o final de 2021.

A LATAM também ressaltou que está recebendo mais 7 aviões para a sua frota. No comunicado a empresa ressalta que é para a expansão das operações, no entanto, sabemos que a companhia está inserindo esses aviões com base nas devoluções da extinta LATAM Argentina e de outras companhias que tinham contrato de sub-leasing com a LATAM e devolveram as aeronaves.

A procura por viagens aéreas dentro do Brasil vem aumentando gradualmente com a expectativa da celeridade no processo de vacinação no País, de acordo com Jerome Cadier, CEO da LATAM Brasil.