LATAM Airbus A319
Foto: Gabriel Melo/Aeroflap

A Justiça dos EUA aprovaram nesta última terça-feira (15/03) um acordo do Grupo LATAM com credores da empresa, garantindo um financiamento de US$ 5,4 bilhões para a companhia através de ofertas de ações e dívida.

O juiz James Garrity intermediou a aprovação do acordo da LATAM com os credores, chamado de “Backstop”, onde 15 entes vão receber US$ 734 milhões em taxas por parte da companhia, para garantir a reestruturação como no Plano apresentado pelo Grupo LATAM.

“Os opositores não refutaram a presunção de que a entrada nos acordos de backstop é um exercício adequado do julgamento de negócios dos devedores”, disse o juiz em sua decisão de 85 páginas.

Dois grupos de credores juniores se opuseram ao acordo de backstop, incluindo o comitê oficial de credores não garantidos da companhia aérea. O comitê argumentou que as taxas que o grupo de apoio, que inclui Strategic Value Partners, Sixth Street Partners e Olympus Peak Asset Management, cobrariam são “extraordinariamente grandes” e que a companhia aérea deveria ter considerado opções menos caras. 

Além disso, o comitê argumentou que o acordo favorece indevidamente os acionistas, incluindo a Delta Air Lines Inc, sobre os credores de menor porte.

O juiz Garrity disse que as taxas são razoáveis, considerando o risco que os credores do backstop estão assumindo ao assinar para garantir o financiamento de ofertas de direitos tão grandes.

Garrity também aprovou um acordo com os acionistas existentes, incluindo a Delta, para respaldar US$ 400 milhões em uma oferta de ações ordinárias e até US$ 1,3 bilhão em uma oferta de dívida. Esse acordo não inclui taxas, mas fornece proteções legais e reembolsos para os acionistas.

O Plano propõe a injeção de US$ 8,19 bilhões ao grupo por meio de uma combinação de capital novo, títulos conversíveis e dívida, que permitirá ao grupo sair do Capítulo 11 com a capitalização adequada para executar seu plano de negócios.

Após a saída, a LATAM estima que deverá ter uma dívida total de aproximadamente US$ 7,26 bilhões e liquidez de aproximadamente US$ 2,67 bilhões.

 

Com informações de Reuters.