Foto - Latam/Divulgação

O Grupo LATAM lançou uma nova tarifa para as suas passagens, chamada de “Basic”, que estará disponível em voos domésticos no Chile, Peru, Colômbia, Equador e Argentina, de acordo com a companhia, “essa nova tarifa contará com preços mais econômicos.”

De acordo com a LATAM, a nova tarifa substitui a “Promo”, e estará disponível apenas para rotas domésticas, excluindo assim os voos internacionais na América do Sul.

A nova tarifa estará disponível para a venda a partir das seguintes datas:

  • Mercado doméstico do Chile: 06 de agosto de 2019
  • Doméstico Peru, Colômbia, Argentina e Equador: por confirmar a data

A tarifa Basic possui as seguintes características:

  • Novo código tarifário QP;
  • Permite a compra de assentos, visto que a passagem não dá direito a marcação;
  • Não permite levar bagagem de mão, mas permite a compra de bagagens para despachar para transportar no porão do avião. Não está disponível a venda de bagagem de mão, por isso, se passageiro quiser uma tarifa com bagagem de mão, o mesmo deverá adquirir a tarifa Light, Plus ou Top no momento de sua compra;
  • Não permite alterações ou reembolsos;
  • Apesar de tudo, acumula milhas;
  • Não está permitido realizar alterações para adiar ou atrasar um voo confirmado, assim como a antecipação não é permitida.

Como dito anteriormente, a nova tarifa não permite que o passageiro coloque sua bagagem no compartimento acima dos assentos, então a companhia estipulou algumas regras. Itens pessoais que não cumpram com as condições anteriores estão sujeitos a cobrança durante o embarque.

Confira abaixo:

  • As medidas máximas do item pessoal são 45 x 35 x 20 cm (altura, comprimento e largura); podendo ser carteira, bolsas para laptop ou outro artigo enquanto cumpra com as dimensões citadas pela LATAM.
  • Deve ser ficar durante o voo abaixo do assento da frente. Exceto em assentos na primeira fila ou alguma das saídas de emergência.

Há algumas exceções, confira abaixo:

  • Passageiros com tarifa Basic que terão direito a bagagem de mão (carry on):
    • Aqueles que compram assentos LATAM+
    • Passageiros com categoria Platinum, Black e Black Signature e o equivalente na oneworld. Não haverá uma marca no bilhete ou na reserva para esses casos, mas será honrada no momento do embarque.

Esse serviço e tipo tarifário já é aplicado por companhias aéreas nos Estados Unidos, que prometem oferecer uma tarifa um pouco menor, adequada para os passageiros que fazem um bate-e-volta, com retorno no mesmo dia.

No Brasil essa nova tarifa não é aplicada, visto que a própria regulamentação exige que a companhia autorize uma bagagem de mão, com peso máximo de 10 kg, enquanto autoriza a cobrança pela bagagem despachada.