Foto - Latam/Divulgação

A LATAM Brasil programou para esta sexta-feira (03/05) um voo inédito com o Airbus A320ceo entre São Paulo (Guarulhos) e o Aeroporto Santos Dumont, localizado no Rio de Janeiro.

Logo após a aeronave vai realizar um voo para o Aeroporto de Confins, na zona metropolitana de Belo Horizonte, e voltará para o Aeroporto Santos Dumont (RJ), finalizando o dia com uma clássica ponte aérea (SDU-CGH).

A aeronave responsável por essa rota será a PT-MZW, um A320ceo (antiga geração) que opera desde 2001 na LATAM (antes TAM Linhas Aéreas).

O primeiro voo para o Santos Dumont (LA3632) deverá decolar em breve, às 12h25, partindo do Aeroporto de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo.

 

Certificação do Airbus A320neo em 2017

Em 2017 a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) certificou o A320neo (nova geração) para fazer operações em pistas curtas, a aeronave deveria estar equipada com um pacote de atualizações chamado de SHARP, para então ter a capacidade de operar com baixa restrição, em pistas curtas.

O pacote SHARP oferece modificações no controle de software de voo, que foi alterado para entender as atualizações físicas, que abrangem os freios e as superfícies aerodinâmicas móveis.


A Airbus também modificou um painel na raiz da asa feito de material composto com Kevlar, para um de Fairing Fillet Fairing, resultando em menor arrasto e melhor desempenho de pouso.

Para aumentar o desempenho durante a decolagem a Airbus instalou geradores de vórtices na cauda da aeronave, que energizam a camada limite e diminuem a turbulência do ar, que resulta em arrasto.

O Airbus A320neo com o pacote SHARP (que é análogo ao SFP 2.0 do 737 NG), pode operar com baixa restrição na ponte aérea, decolando do Santos Dumont com 174 passageiros, no caso da Azul, e 165, no caso da Avianca.

Até 2018, apenas a Avianca e a Azul demonstraram interesse em operar com o pacote SHARP, ambas as companhias usam o motor CFM Leap-1A.

Vale ressaltar que a pista principal (02R/20L) do Aeroporto Santos Dumont tem apenas 1320 metros de comprimento, é a menor do Brasil na categoria.

 

Certificação do A320ceo

A ANAC não divulgou oficialmente uma nota oficial sobre a operação do Airbus A320ceo no Aeroporto Santos Dumont, principalmente na ponte aérea, entre SDU e Congonhas.

Anteriormente a companhia utilizava o Airbus A319 para realizar seus voos em Santos Dumont, por não ter uma limitação de performance tão acentuada. Ela continua utilizando essa aeronave, de acordo com a programação de voos para esta sexta-feira e sábado.

O A320ceo não tem como opcional o pacote SHARP, exclusivo do A320neo, mas tem como opcional o pacote LIP, similar ao SHARP e ao pacote SFP do 737NG.

Em nota ao Portal Aeroflap a LATAM Brasil disse:

A LATAM Airlines Brasil informa que foi autorizada pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) a operar hoje (3 de maio), no aeroporto do Rio de Janeiro/Santos Dumont, os seus primeiros “voos conceito” com aeronave Airbus A320 (prefixo PT-MZW) equipada com o pacote LIP (Lift Improvement Package). O pacote LIP é uma adaptação aerodinâmica que permite a este modelo de aeronave operar pousos e decolagens em pistas curtas.

O itinerário completo do Airbus A320 (prefixo PT-MZW) para 3 de maio inclui os voos LA4777 (Guarulhos-Curitiba), LA3515 (Curitiba-Guarulhos), LA3632 (Guarulhos-Santos Dumont), LA3754 (Santos Dumont-Confins), LA3759 (Confins-Santos Dumont) e LA3193 (Santos Dumont-Congonhas).

A LATAM comunicará oportunamente qualquer confirmação futura de operação comercial regular com aeronaves Airbus A320 no aeroporto do Rio de Janeiro/Santos Dumont.