A LATAM está se afastando da oneworld. Foto: LATAM

A LATAM declarou nesta última semana que vai sair da Oneworld até outubro de 2020, depois de anunciar um acordo com a Delta Airlines, onde a companhia norte-americana ficará com 20% das ações da empresa.

A saída da LATAM da Oneworld já era prevista com o acordo fechado com a Delta, visto que a companhia dos EUA é uma filiada à Skyteam.

Quando a TAM anunciou um acordo com a LAN, a companhia chilena retirou a TAM da Star Alliance, e filiou a mesma à Oneworld, que já tinha a LAN como associada.

A companhia pretende utilizar esse período até outubro de 2020 para fazer uma transição de saída da Oneworld, apesar que a companhia disse prestar assistência para todos os clientes, mesmo após sair oficialmente da aliança.

Algumas companhias aéreas, como a Qatar, continuam com uma parceria de compartilhamento de voos com a LATAM, mesmo com o maior grupo de aviação da América Latina fora da Oneworld.

A Delta investirá US$ 1,9 bilhão em uma participação de 20% na LATAM por meio de uma oferta pública de compra de US$ 16 por ação, a ser financiada principalmente com dívida recém-emitida e caixa disponível. A Delta também investirá US$ 350 milhões para apoiar o estabelecimento da parceria estratégica.

Algumas companhias aéreas, como a Qatar, continuam com uma parceria de compartilhamento de voos com a LATAM, mesmo com o maior grupo de aviação da América Latina fora da Oneworld.


DEIXE UMA RESPOSTA