O Grupo LATAM Airlines anunciou hoje (16/01) que irá mudar, a partir de 1º de fevereiro, suas operações no Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK, Nova Iorque, Estados Unidos) do Terminal 8 para o terminal 4, de onde a Delta opera para mais de 90 destinos nos Estados Unidos, Canadá e outras cidades ao redor do mundo.

Essa mudança abre a possibilidade para conexões mais confortáveis e práticas em Nova Iorque entre os voos da LATAM e da Delta. A partir de 1º de fevereiro de 2020, os clientes LATAM Premium Business e membros elite do LATAM Pass (Black Signature, Black e Platinum) também terão acesso à Sala VIP no Terminal 4.

A LATAM irá atualizar automaticamente as reservas de clientes com itinerários de/para Nova Iorque/JFK a partir de 1º de fevereiro de 2020, considerando os tempos mínimos de conexão.

“A mudança das operações da LATAM no aeroporto John F. Kennedy representa outro marco importante em nossa jornada para oferecer a melhor conectividade e experiência ao cliente nas Américas”, afirmou Roberto Alvo, diretor comercial do Grupo LATAM Airlines. “Estamos comprometidos em fornecer uma transição perfeita para clientes em todo o mundo e estamos trabalhando incansavelmente para oferecer os benefícios da parceria com a Delta o mais rápido possível.”

Desde o anúncio dos acordos de codeshare em dezembro de 2019 entre a Delta e a LATAM Airlines Peru, LATAM Airlines Colombia e LATAM Airlines Equador, respectivamente, a aprovação foi recebida pelas autoridades competentes nos Estados Unidos e na Colômbia, com aprovações regulatórias no Equador e no Peru, bem como a publicação dos referidos codeshares prevista para o primeiro semestre de 2020. As afiliadas da LATAM no Brasil e no Chile também planejam estabelecer acordos de codeshare com a Delta durante o ano de 2020, sujeitos à aprovação regulatória aplicável.

Além disso, as companhias também estão trabalhando para proporcionar uma transição tranquila para os clientes, estabelecendo acesso bilateral adicional à Sala VIP e benefícios simultâneos de passageiros frequentes durante o primeiro semestre de 2020.

 

Fim dos acordos de codeshare com a American Airlines


A LATAM encerrará formalmente todos os seus acordos de codeshare com a American Airlines em 31 de janeiro de 2020. Os clientes que adquiriram voos da American Airlines com a LATAM antes dessa data para voos a partir de 1º de fevereiro de 2020 terão direito aos mesmos serviços, sem alterações nas condições de voo ou bilhete.

Os acordos de acesso às Salas VIP de ambas as companhias, bem como os acordos de passageiros frequentes entre LATAM e American Airlines permanecerão em vigor até a LATAM sair da oneworld.

 

Saída da oneworld

A LATAM notificou à oneworld e seus membros em setembro de 2019 que deixaria a aliança dentro do prazo de um ano, de acordo com o período padrão de notificação. A companhia está avaliando um data de saída antecipada, com qualquer alteração sendo comunicada oportunamente.

Após a saída da oneworld, a LATAM irá manter seus acordos bilaterais e benefícios para os clientes com a maioria dos membros da aliança (British Airways, Cathay Pacific, Finnair, Iberia, Japan Airlines, Malaysia Airlines, Qantas, Qatar Airways, Royal Jordanian, S7 Airlines e Sri Lankan Airlines), sujeitos a acordo final.

 

Cronologia do acordo anunciado em 26 de setembro de 2019

  • Delta anunciou que investiria US$ 1,9 bilhão em uma participação de 20% na LATAM por meio de uma oferta pública de aquisição, de US$ 16 por ação. A oferta foi concluída com sucesso em 26 de dezembro de 2019;
  • Delta também investirá US$ 350 milhões para apoiar o estabelecimento da aliança estratégica contemplada no acordo;
  • Delta irá adquirir quatro aeronaves Airbus A350 da LATAM e concordou em assumir o compromisso da LATAM de comprar 10 aeronaves A350 adicionais a serem entregues entre 2020 e 2025.
  • Delta será representada no Conselho de Administração da LATAM.

Aliança estratégica está sujeita a todas as aprovações governamentais e regulatórias necessárias.

DEIXE UMA RESPOSTA