De acordo com o diretor financeiro do Grupo LATAM, Ramiro Alfonsin, a companhia não demonstra interesse por encomendar o Airbus A321XLR.

A LATAM discutiu sobre o A321XLR com a Airbus, como faz todas as aeronaves, mas de acordo com Ramiro, o novo avião da Airbus não atende por enquanto as necessidades da companhia aérea, mesmo sendo capaz de realizar voos de Guarulhos para Lisboa e Washington sem escalas.

A LATAM tem encomendas para 27 aviões A320neo e 19 aviões do modelo A321neo.

Neeleman, que é um forte conselheiro na TAP e na Azul, declarou ontem que a companhia portuguesa estava estudando realizar uma encomenda do A321XLR, visto que a aeronave tem capacidade de realizar voos entre Lisboa e boa parte do Norte/Nordeste brasileiro, além de cidades como Chicago, nos EUA.

O A321XLR fornece cerca de 15% a mais de alcance de voo nas mesmas configurações do A321LR, e retira uma incômoda limitação da versão anterior que não permitia voo de boa parte dos países do oeste europeu para o leste dos Estados Unidos.

A nova aeronave tem um alcance máximo de aproximadamente 8700 km, quando configurada com 206 assentos no interior. Em comparação, o A321LR tem 7400km de alcance máximo nas mesmas condições.

A nova aeronave estará disponível para entregas a partir de 2023, de acordo com a Airbus, e não tirará de linha o atual A321LR, que continua disponível para as companhias aéreas.

 

Via – FlightGlobal