Boeing 767F LATAM
Foto: Boeing

Nesta semana, a fabricante norte-americana Boeing entregou a sua 50ª aeronave B767 convertida em cargueiro, a entrega foi para o Grupo LATAM Airlines. A aeronave foi a quarta entregue à companhia desde 2018. 

As linhas de conversão para o Boeing 767 chegaram a marca de 50 aeronaves convertidas, tendo clientes no mundo todo. A linha Boeing Converted Freighter (BCF) permite que aeronaves como o B767 ainda se tornem eficientes no mercado devido aos custos operacionais que o avião proporciona no transporte de cargas.

Este avião em especifico, foi também o 40º avião convertido pela linha de conversão da fabricante em Cingapura. Atualmente a aeronave tem sido muito utilizada devido as novas condições que o mercado mundial apresentou em razão da pandemia de Covid-19.

O transporte de cargas obteve um grande aumento desde o começo da pandemia, tendo sido contabilizado como boa parte das receitas de diversas companhias aéreas em todo o mundo. 

A LATAM foi uma das empresas a apostar no crescimento do setor nos últimos tempos, segundo a empresa, durante o terceiro trimestre desse ano foram contabilizados um aumento de 43,6% com receitas com o transporte de cargas em comparação a 2019. A companhia registrou uma receita de US$ 361,4 milhões.

“A LATAM continua aproveitando as oportunidades do setor, com dez aeronaves de passageiros B767 a serem convertidas em cargueiros entre 2021 e 2023. A conversão de seu segundo cargueiro começou em outubro. A entrega do primeiro cargueiro convertido está prevista para o quarto trimestre de 2021.” Disse a LATAM.

O Grupo LATAM deverá receber quatro novas aeronaves até 2022, totalizando 15 aeronaves 767s cargueiras. A empresa pretende continuar seu processo de conversão de aeronaves de passageiros em cargueiros, podendo elevar em 2023 o número de aeronaves em operação para 19.

A Boeing tem aproveitado a grande demanda por novos aviões cargueiros, em 2021 a fabricante bateu seu recorde de vendas de aeronaves do tipo. Foram registrados 80 pedidos para aeronaves novas de fábrica e mais 80 pedidos de conversão. Entre os pedidos estão também para aeronaves convertidas do B737-800.

O reinado da fabricante norte-americana poderá estar sendo ameaçado com a chegada do novo Airbus A350F, no qual tem recebido diversos pedidos incluindo de clientes que utilizam aeronaves Boeing. Há uma possibilidade da fabricante responder com uma versão cargueira do seu novo B777X. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA