LATAM
Foto: Gabriel Melo/Aeroflap

No último dia 14 de junho a Orix Aviation entregou mais um Boeing 787 para a frota do Grupo LATAM. O avião operava anteriormente na Norwegian, e pertence à Orix, que arrendou dois aviões desse modelo para a LATAM.

Recentemente a LATAM solicitou à justiça norte-americana a adição de quatro aviões Boeing 787-9 na sua frota, através de um contrato de leasing. As aeronaves ex-Norwegian vão substituir diretamente os 767-300ER, que estão sendo alocados para o transporte de cargas.

“Estamos muito satisfeitos em concluir a primeira dessas duas entregas do Boeing 787-9 e em continuar nosso relacionamento duradouro com o Grupo LATAM Airlines. A colocação dessas aeronaves serve como evidência da contínua recuperação e resiliência do mercado de aviação e também permitiu que a ORIX Aviation demonstrasse ainda mais nossas melhores capacidades de gerenciamento de ativos e remarketing para o setor”, disse James Meyler, CEO da ORIX Aviation.

Essas quatro aeronaves estão sem voar desde 2021, quando a empresa da Noruega decidiu retirar de sua frota devolvendo para os lessores. O documento detalha também quais seriam os quatro aviões solicitados pela LATAM.

  • Boeing 787-9 de matrícula LN-LNP S/N 63310/588, sem voar desde 2021 e sem localização conhecida. 
  • Boeing 787-9 de matrícula G-CKKL S/N 63311/600, a localização é desconhecida.
  • Boeing 787-9 de matrícula G-CKMU S/N 63313/619, a localização é desconhecida.
  • Boeing 787-9 de matrícula G-CKMA S/N 63315/673, sem voar desde 2021, a última localização conhecida é em Bordeaux (BOD) na França.

De acordo com a Orix, as aeronaves fornecidas para o Grupo LATAM foram fabricadas em 2018 e 2019, de matrículas OE-IVG e OE-LCO, e são equipadas com motores Trent 1000. Provavelmente todos os quatro aviões serão reconfigurados para o interior da LATAM em Santiago, no Chile.

Veja no vídeo abaixo como é um Boeing 787 da LATAM: