LATAM registra recuperação gradual de sua operação nos últimos meses

LATAM
Foto - Divulgação

O Grupo LATAM Airlines informou hoje (14/09) que recuperou gradualmente a sua operação nos últimos meses.

Em comparação com 2019, a companhia operou em junho 6,4% da sua capacidade (medida em assentos-quilômetros disponíveis – ASK), alcançando índices de 9,2% em julho e de 13,9% em agosto.

Esses resultados se dão logo após uma drástica redução da operação da LATAM em abril e maio (5,7% e 6,7%, respectivamente), em função da pandemia de COVID-19.

Também em comparação com 2019, o tráfego de passageiros (medido em passageiros-quilômetros transportados – RPK), especificamente no mês de agosto, teve redução de 89,1%, enquanto a capacidade (ASK) diminuiu 86,1%.

No Chile, em agosto, a LATAM retomou voos para Copiapó, La Serena e Temuco, ampliou frequências para destinos como Iquique, Calama, Antofagasta, Puerto Montt e Punta Arenas.

No mercado internacional, iniciou a operação de um novo voo direto para Madri, complementando seus voos para Miami e São Paulo/Guarulhos; sendo este último centro de conexão para voos domésticos no Brasil e para a Europa (Frankfurt, Lisboa, Londres e Madri).

Com relação à operação de carga, o fator de ocupação em agosto foi de 73,3%, superando os 54,5% de agosto de 2019. A LATAM Cargo ampliou ao máximo o uso de sua frota cargueira composta por aeronaves Boeing 767F e utilizou aeronaves de passageiros para o transporte exclusivo de carga, realizando 345 voos deste tipo em agosto.


 

DEIXE UMA RESPOSTA