LATAM vai deixar de receber 36% de encomendas para novas aeronaves até 2021

LATAM
Foto - Airbus/Divulgação

O CCO do Grupo Latam, Roberto Alvo, declarou que a LATAM vai cortar cerca de 36% das entregas entre 2018 e 2021, isso significa que a LATAM deixará de receber 25 aviões nos próximos três anos.

A companhia aérea planejava receber 70 aviões até 2021, e agora receberá apena 45 aeronaves. A companhia topou receber 6 aeronaves neste ano (2018), entre elas 2 aviões do modelo A320neo, dois do A321ceo e dois A350-900, todos os aviões são fabricados pela Airbus.

Em 2019 a LATAM deve receber 13 novos aviões, sendo sete do modelo A320neo, 4 do A350-900 e dois Boeing 787-9, esses últimos são exclusivos para a filial chilena.

A companhia também vai receber 11 novos aviões em 2020, ao invés de receber 20 aeronaves, serão 5 aviões do modelo A320neo, 4 do modelo A321neo e 2 aviões Boeing 787-9.

As aeronaves do modelo A350-900 são da Latam Brasil.

De acordo com Roberto Alvo, essa atitude da companhia é para adequar as novas entregas com a demanda em queda para os próximos anos, abaixo do previsto pela companhia. Isso levará a uma maior economia de dinheiro no caixa, de US$ 2,3 bilhões.

DEIXE UMA RESPOSTA