Foto - Airbus/Divulgação

A American Airlines deve cortar o compartilhamento de voos com a LATAM nos próximos dias, de acordo com uma nota da companhia.

A LATAM notificou a American Airlines que encerrará todas as suas rotas compartilhadas por código até o final deste mês. Desta forma, a partir do dia 1º de fevereiro não deverá ser possível comprar voos da LATAM com trechos realizados pela American Airlines.

Se você comprou um voo com código compartilhado da American Airlines, que será operado após o dia 31 de janeiro, você ainda terá seu bilhete aprovado e não terá problemas em voar na LATAM ou American Airlines.

No entanto, a LATAM ressalta que tentará uma mudança dos voos para unificar com a nova malha da Delta, que permite até 74 destinos nos Estados Unidos, e 51 na América do Sul (pela LATAM).

A LATAM ressaltou que, se algum cliente sofrer problemas durante a transição, deverá acionar o call center da companhia para obter uma solução.

 

A American respondeu algumas perguntas comuns aos clientes:

P: A American ou a LATAM estão se recusando a aceitar clientes e bagagens para clientes da American ou da LATAM que estão com voos já programados?
R: A American não tem conhecimento de nenhum cliente da American ou da LATAM que tenha sido negada a viagem. Estamos aceitando clientes e bagagem de clientes com bilhete da LATAM com horário programado para voar na American, e a LATAM continua a aceitar nossos clientes de acordo com nossos contratos atuais que ainda estão intactos.


P: O compartilhamento de código foi cancelado? O que isso significa para os clientes?
R: Não há impacto para os clientes que estão com passagens já emitidas pela American ou LATAM. Suspendemos apenas novas reservas de codeshare. Se um cliente precisar fazer alterações em um itinerário existente que envolva um voo de codeshare comprado pelo sistema da American mas operado pela LATAM, em um mercado que a American atenda, remarcaremos o cliente em um voo da American.

P: A American irá remarcar clientes na LATAM durante operações irregulares?
R: Sim. No caso de operações irregulares, agentes de serviço ao cliente e de reserva utilizarão o processo existente para atender nossos clientes, o que inclui a possibilidade de reservar um assento na LATAM como cliente Oneworld, mesmo que a companhia tenha solicitado sua saída da Oneworld.

P: Os clientes ainda podem acessar as salas VIP?
R: Sim. A política de acesso a qualquer lounge mundial não mudou.

DEIXE UMA RESPOSTA