No início de janeiro investigadores da Indonésia acharam a segunda Caixa Preta do Boeig 737 MAX 8 da Lion Air, que sofreu um acidente no dia 29 de outubro.

Apesar disso os investigadores já adiantaram que nenhum dado ou trecho do áudio será divulgado antes o Relatório Final, que deve ser apresentado em agosto ou setembro deste ano.

Os investigadores acharam a caixa-preta a 38 metros de profundidade, pela colisão da aeronave com o solo, o componente estava enterrado 8 metros abaixo do solo.

Agora a gravação precisa ser filtrada primeiro devido aos “sons de fundo” que impedem a transcrição, disse Soerjanto Tjahjono, chefe do comitê de segurança de transporte (KNKT), de acordo com ele o ambiente do cockpit estava muito barulhento nos minutos que antecederam o acidente.

O CVR deve ajudar os investigadores a traçar uma linha de raciocínio dos pilotos no momento que o avião começou a apresentar as falhas, e evitar que mais pilotos tenham a mesma atitude no futuro. O avião apresentou o mesmo problema nos quatro voos anteriores, mas os pilotos conseguiram fazer uma série de procedimentos recomendados no manual, e que já postamos por aqui, para recuperar o controle da aeronave.

Um relatório preliminar divulgado em novembro indicou as principais causas do acidente. Clique aqui para saber mais sobre o acidente.