Lockheed Martin suspende entrega de caças F-35A após detectar falhas que podem provocar explosões

KC-46A Pegasus realiza primeiro reabastecimento em caça F-35 Lighting II- Foto: U.s Airforce

A Lockheed Martin decidiu suspender as entregas de caças F-35A Lightning II à Força Aérea dos EUA. O motivo da suspensão foi a descobertas de falhas nos sistemas da aeronave que poderiam causar explosões nos tanques de combustível das aeronaves.

A falha está nos tubos usados ​​para circular gás inerte em tanques de combustível foi detectada em 14 das 24 aeronaves inspecionadas.

De acordo com informações do site Bloomberg, a Lockheed Martin reiniciou as entregas no dia 23 de junho com dois dos caças com recomendação de que as aeronaves não voassem “a menos de 40 quilômetros de raios ou em tempestades elétricas” como medida de segurança até que a falha seja corrigida.

Brandi Schiff, porta-voz do Pentágono, disse que o escritório “forneceu orientação consultiva aos operadores do F-35A como medida de precaução”.

No início do mês um caça F-35 fez um pouso de emergência em uma base aérea no estado norte-americano da Flórida. Até o momento não há informações que esse pouso tem relação com os problemas nos tanques dos caças.

Fonte de apoio: Bloomberg/ Edição: Aeroflap

DEIXE UMA RESPOSTA