Lufthansa enfrenta novamente problemas com motores P&W do A320neo

Airbus A320neo da Lufthansa. Foto - Lufthansa

No último dia 21 de janeiro a Lufthansa enfrentou novamente um problema em voo com o motor Pratt & Whitney PW1100G, quando a tripulação precisou retornar ao aeroporto de origem após uma falha.

A aeronave Airbus A320neo, de matrícula D-AINM, tinha acabado de decolar de Frankfurt, na Alemanha, cumprindo o voo LH-1392, para Praga, na República Tcheca, quando os pilotos precisaram interromper a subida aos 24000 pés, após um estrondo no motor esquerdo.

Os pilotos estabilizaram a altitude e colocaram o motor em marcha lenta, de acordo com um comunicado da Lufthansa, e seguiram para um pouso em Frankfurt na pista 07C, cerca de 45 minutos após a decolagem.

 

Em nota a Lufthansa disse:

“No voo LH 1392, de Frankfurt para Praga, no nível de voo FL240, ocorreu uma parada no Motor nº 1; a tripulação decidiu retornar para Frankfurt. O motor foi operado sem nenhuma anormalidade em marcha lenta até o pouso. A inspeção revelou danos à turbina de baixa pressão LPT #3 (última etapa). Devido aos danos, uma troca de motor é inevitável.

A Lufthansa trabalha em estreita coordenação com a Airbus e o fabricante do motor Pratt & Whitney. Não houve desligamento a bordo; o motor permaneceu em marcha lenta.”

DEIXE UMA RESPOSTA