Foto - Lufthansa/Via Twitter

A Lufthansa, tradicional companhia aérea alemã vai modificar suas regras para uso de máscaras em seus voos. A partir do dia 1º de fevereiro, a companhia irá se exigir que os passageiros não usem máscaras de tecido, algo que se tornou comum em todo o mundo.

A partir dessa nova regra, apenas as máscaras do tipo KN95-N95 serão aceitas para os passageiros voarem com a companhia aérea. Além delas, as máscaras cirúrgicas que são descartáveis também serão aceitas.

Essa será a primeira grande mudança que a Lufthansa aplica desde o inicio da exigência do uso de máscaras a bordo. A Lufthansa foi uma das primeiras companhias aéreas no mundo a aplicar a obrigatoriedade do uso das máscaras em todos os passageiros e tripulantes a bordo.

Atualmente, apenas passageiros com restrições médicas comprovadas em laudo estão isentas de utilizar a máscara. O laudo deverá ser apresentado junto a um exame de até 48 horas antes da viagem, para constatar o resultado negativo para a Covid-19.

As novas exigências serão gradativas, sendo implementas inicialmente no dia 23 para os passageiros do Aeroporto de Frankfurt. Desde o dia 18 as máscaras de tecido não tem sido mais aceitas em Munique.