Foto: Oliver Roesler - Lufthansa

A companhia aérea Lufthansa anunciou que realizou o refinanciamento de 8 aeronaves no segundo semestre de 2020. Essa se tornou uma pratica comum no ano de maior crise da história da aviação em todo o mundo.

O valor do refinanciamento das aeronaves da Lufthansa chegam a  € 500 milhões(US$ 613 milhões). As aeronaves envolvidas no negócio foram, 5 Airbus A350 e 3 Airbus A320. A negociação foi feita através de leaseback, empréstimos com garantias e notas promissórias garantidas. 

A Lufthansa disse que as negociações foram bem sucedidas e os valores foram significativos para a empresa. O vice-presidente de finanças da Lufthansa deu um depoimento sobre o negócio concretizado.

“Demos mais um passo bem-sucedido no refinanciamento de passivos existentes com vencimento em 2021. As transações demonstram mais uma vez a confiança que o mercado deposita em nossa empresa e em nossas medidas de reestruturação.”

“Temos uma ampla gama de instrumentos de financiamento à nossa disposição e o financiamento de aeronaves continuará a desempenhar um papel fundamental em nossa estratégia de financiamento, uma vez que oferece condições financeiramente atrativas.”

Esta é uma das tentativas da Lufthansa de proporcionar mais liquidez as contas da empresa. A Lufthansa conta com o apoio governamental mas ainda busca equilibrar as contas conforme o atual cenário. 

Em meio a crise, a companhia alemã disse que buscava cortar o máximo de custos possíveis e cogitou até demissões. Entretanto foram evitadas graças a acordos feitos com os pilotos e comissários. A Lufthansa reduziu a sua frota de longo curso em maio, quando anunciou a retirada de aeronaves com 4 motores e sem prazo de retomada.

DEIXE UMA RESPOSTA