A crise de abastecimento de combustível se intensificou rapidamente nesta sexta-feira (25/05) nos aeroportos de todo o Brasil.

Cerca de 12 aeroportos estão sem condições de abastecer as aeronaves que pousam no local. A recomendação está sendo aterrar nesses locais com combustível suficiente para decolar do aeroporto..

Os aeroportos totalmente afetados pela falta de combustível são:

  • Brasília (DF)
  • Carajás (PA)
  • Confins (MG)
  • Goiânia (GO)
  • Ilhéus (BA)
  • Juazeiro do Norte (CE)
  • Maceió (AL)
  • Palmas (TO)
  • Recife (PE)
  • São José dos Campos (SP)
  • Uberlândia (MG)
  • Vitória (ES)

Devido à essa recomendação muitos voos estão sendo cancelados, visto que as aeronaves estão quase impossibilitadas de continuar na malha planejada pela companhia.

Só no Aeroporto de Brasília mais de 15 voos foram cancelados em uma hora (Confira mais Clicando Aqui), a LATAM já anunciou que cancelou mais de 30 voos nesta sexta-feira.

A falta de combustível é derivada da greve dos caminhoneiros, que já está em seu 5º dia. Eles estão retendo o abastecimento através do protesto por melhores preços do Diesel, parando os seus caminhões na estrada.

Apenas seis aeroportos do Brasil tem combustível assegurado ou reservas para mais dois dias. São eles: Belém, Congonhas, Galeão, Guarulhos, Santos Dumont e Porto Alegre.

Em uma tabela de fornecedores de combustível, a qual a equipe do Portal Aeroflap teve acesso, o abastecimento da Shell e Air BP estão em níveis críticos, em pelo menos 13 aeroportos do país, sem contabilizar os aeródromos que já estão sem combustível.