(iMAGEM lUSTRATIVA) Satélite brasileiro Amazônia-1- Foto: AEB

O satélite Amazonia 1, primeiro satélite de observação da Terra totalmente projetado no Brasil, teve mais uma etapa concluída: a integração ao lançador, previsto para ser lançado no próximo dia 28, no entro Espacial de Satish Dhawan, Sriharikota (Índia).

 Na última quinta-feira (18), o Amazonia 1 foi integrado ao MSA (Multi Satellite Assembly) do lançador PSLV, junto às demais cargas úteis, os satélites Sindhu Netra (Índia), Nanoconnect 2 (EUA) e SpaceBee 12 (EUA).

Satélite Amazônia-1- Foto: AEB

O Amazonia 1, que desempenha o papel de carga útil principal do lançamento C 51 do PSLV, será colocado numa órbita Sol síncrona com altitude média de 752 km acima da superfície da Terra. Os outros satélites, considerados cargas secundárias, serão colocados numa órbita com altitude média de 511 km acima da superfície da Terra. Após o primeiro procedimento de integração, o Amazonia 1 foi transportado, na sexta-feira (19), para a torre de lançamento e integrado ao quarto estágio do PSLV.

O projeto é coordenado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e conduzido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/MCTI), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI, órgão central do Sistema Nacional de Desenvolvimento das Atividades Espaciais (SINDAE).

Fonte: AEB