Malaysia Airlines Boeing 737 MAX Malásia

Mais um país permitiu o retorno das operações com o Boeing 737 MAX, a Malásia através da Autoridade de Aviação Civil do país que aprovou o retorno da aeronave. A nova diretriz emitida hoje (03) permite a operação do jato norte-americano desde que esteja em conformidade com as exigências da FAA.

“O CAAM revisou e validou todas as publicações aplicáveis ​​da FAA e do fabricante
do Boeing 737 MAX em relação ao seu retorno ao serviço. Com base nesses e em todos os
outros fatores relacionados, o CAAM conduziu uma avaliação de risco de segurança (SRA) para o retorno ao serviço na Malásia.” Disse a autoridade em comunicado.

“A Diretiva de Segurança 01/2021 revoga a Diretiva de Segurança anterior emitida em 13 de março de 2019, que proíbe as operações do Boeing 737 MAX 8 na Malásia.” Completou.

A nova diretriz permite também que outras companhias aéreas possam operar o modelo no país, atualmente apenas a Malaysia Airlines possui encomendas para o 737 MAX, com cerca de 25 pedidos.

Um dos diretores da Autoridade de Aviação Civil da Malásia(CAAM) acompanhou todo o processo de recertificação nos EUA com a FAA e a Boeing. 

“O CAAM reconheceu o trabalho da FAA como o estado do projeto e aceitou os requisitos abrangentes de retorno ao serviço definidos pela FAA para o Boeing 737 MAX.” Disse o órgão. 

DEIXE UMA RESPOSTA