A Marinha realizou nessa quarta-feira (10), o lançamento do terceiro protótipo do Míssil Antinavio de Superfície (MANSUP), com o alvo sendo o casco do ex-Rebocador de Alto Mar “Tridente”.

Realizado pela Fragata “Independência”, o lançamento comprovou o bom desempenho e o comportamento de forma harmônica de todos subsistemas. Os resultados confirmaram a evolução do projeto e o acerto dos aperfeiçoamentos realizados após os primeiros testes, que ocorreram em novembro de 2018 e março de 2019, a bordo da Corveta “Barroso” e da Fragata “Independência”, respectivamente.

Neste terceiro teste, foram feitas verificações adicionais, gravadas por meio dos dados da telemetria, também nacional, instalada no míssil e em unidades participantes da operação. As informações obtidas serão empregadas como subsídios para prosseguir no aperfeiçoamento dos subsistemas componentes.

O lançamento ocorreu na área marítima entre o Rio de Janeiro-RJ e Cabo Frio-RJ. Foram empregados três navios da Esquadra, o Navio Doca Multipropósito “Bahia”, a Fragata “Constituição”, além do navio lançador, a Fragata “Independência”. A operação também contou com o apoio do Navio Patrulha Oceânico “Apa” e do Navio de Apoio Oceânico “Purus”, do Comando do 1˚ Distrito Naval, das aeronaves Esquilo (UH-12), SuperCougar (UH-15), Seahawk (SH-16) e Lynx (AH-11A), do Comando da Força Aeronaval, e de uma aeronave P3AM da Força Aérea Brasileira, além do Destacamento de Mergulhadores de Combate.

Fonte: Marinha do Brasil / Fotos: Marinha do Brasil