BAe Hawk Mk.108 da RMAF. Foto: Malaysian Defence.

Um militar morreu e outro ficou ferido na queda de um jato de treinamento avançado BAE Hawk Mk.108 da Força Aérea Real Malaia da noite de ontem (16). O fato ocorreu por volta das 22h07 na Base Aérea de Butterworth. 

O acidente foi confirmado pelo Ministro da Defesa Datuk Seri Hishammuddin Hussein. Em sua página no Facebook, o Ministro disse que recebeu uma ligação do Comandante da RMAF, General Tan Sri Ackbal Abdul Samad, informando-o sobre o sinistro. 

Hussein também deixou suas condolências, afirmando que o Ministério prestará apoio à família do militar falecido. Até o momento, o homem não foi identificado e não há mais detalhes sobre o acidente. O outro militar foi levado ao hospital com ferimentos. 

“A RMAF está tomando medidas imediatas e informará as últimas novidades sobre o incidente. Como tal, pedimos às pessoas que não especulem sobre o assunto”, informou a Força Aérea em nota. 

A Base Aérea de Butterworth foi inaugurada em 1939 pela Força Aérea Real Britânica. Hoje, o aeródromo é sede do No.18 Squadron, que opera os F/A-18D Hornet, e o No.15 Squadron, com os Hawk Mk.108/208 e MB-339. Os jatos de treinamento avançado de origem inglesa foram adquiridos na década de 1990. 

Ainda em junho, a Malásia abriu uma concorrência internacional para a compra de Aeronaves de Combate Leve e Treinamento de Pilotos de Caça. A compra é parte do projeto Capability 55’ da RMAF, lançado em 2018, e prevê a aquisição, dividida em duas fases, de um total de 36 aeronaves.

DEIXE UMA RESPOSTA