Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Dois pilotos e dois mecânicos compõem a primeira tripulação portuguesa treinada para voar o jato brasileiro. Foto: FAP/Divulgação.

Quatro tripulantes da Força Aérea Portuguesa – dois pilotos e dois mecânicos – estão desde o dia 14 de setembro na Base Aérea de Anápolis (Ala 2) da Força Aérea Brasileira, onde estão recebendo a formação para operar o Embraer KC-390 Millennium. 

Como informado hoje (21) pela FAP, esta será a primeira tripulação a ser qualificada na aeronave adquirida pelo Estado Português e que vai equipar a Força Aérea Portuguesa (FAP). A formação, ministrada pelo 1º Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT), o Esquadrão Zeus, compreende as componentes teórica e prática do KC-390 Millenium. O 1º GTT recebeu seu primeiro KC-390 em 2019 e hoje possui quatro aeronaves em serviço.

A cooperação bilateral entre os dois países fica fortalecida pela partilha de experiências. Enquanto a FAP adquire conhecimentos com a experiência acumulada da FAB naquela aeronave, estes beneficiam da experiência lusa no transporte aerotático, destaca a FAP

Em julho de 2019, Embraer e Portugal, que já era parceiro no desenvolvimento da aeronave, assinaram um contrato avaliado em 827 milhões de Euros para o fornecimento de cinco KC-390 que deverão substituir os C-130 Hércules do país Europeu. A primeira entrega deverá ocorrer por volta de 2023 e a última em 2027.

Em um vídeo divulgado pela Embraer em junho deste ano, é possível ver o primeiro dos cinco aviões já nas cores da FAP, ainda na linha de produção em Gavião Peixoto (SP).

Além de Brasil e Portugal, o modelo foi adquirido pela Hungria, que comprou duas unidades do cargueiro tático multimissão.

DEIXE UMA RESPOSTA