Foto: US Navy.

Cinco militares desapareceram e um sexto foi resgatado depois que um helicóptero MH-60S Sea Hawk caiu no Oceano Pacífico por volta das 08h30 horário local (20h30 pelo horário de Brasília), informou a Marinha dos Estados Unidos. A aeronave estava embarcada no porta-aviões nuclear USS Abraham Lincoln (CVN 72). 

Segundo a Marinha, que está envolvida em operações de busca e salvamento junto da Guarda Costeira dos EUA, a aeronave caiu a cerca de 60 milhas náuticas (111 quilômetros) da costa de San Diego quando estava envolvida em voos de rotina. 

Um MH-60S do esquadrão HSC-14 Chargers pousando porta-aviões USS Abraham Lincoln em 12 de agosto de 2021. Foto: Mass Communication Specialist 3rd Class Michael Singley/US Navy.

Atualmente, o Helicopter Sea Combat Squadron (HSC) 14 Chargers está embarcado no CVN-72 com a Ala Aérea Embarcada 9 (CVW-9). Apesar desta ser a única unidade que opera o MH-60S na CVW-9, a Marinha não confirmou a qual unidade pertence o helicóptero acidentado. 

O MH-60S, também chamado de Knighthawk, surgiu para substituir o CH-46 Sea Knight e possui características tanto do UH-60L Black Hawk do Exército dos EUA quanto do SH-60 Sea Hawk embarcado, da Marinha. A aeronave é usada em missões de infiltração e exfiltração de tropas, transporte e ressuprimento logístico, busca e resgate em combate (CSAR) e apoio aéreo aproximado, empregando mísseis AGM-114 Hellfire, foguetes Hydra calibre 70mm e metralhadoras. 

DEIXE UMA RESPOSTA