Foto: FAB

Os rostos estavam cansados, mas realizados. Após sete semanas de Estágio de Adaptação Militar, 199 militares do Esquadrão Anubis, da Academia da Força Aérea (AFA), receberam a platina de Cadete da Aeronáutica, durante cerimônia realizada nesta segunda-feira (25), em Pirassununga (SP).

“Foi gratificante receber a platina”, diz a agora Cadete Intedente Isabela Maira Mendite Alves.

“Pensei em desistir diversas vezes, não me imaginei neste momento. Meus pais sempre me diziam que era apenas uma fase, que chegaria ao fim. Foi este suporte, bem como das minhas colegas de esquadrão, que me deu coragem para concluir esta etapa”, conta. As platinas, que representam o término do ciclo como estagiária, foram entregues pelas mãos do Comandante do Esquadrão, Major Aviador Thiago Venancio da Penha.

“Ele disse que eu conseguiria. Na hora, meus olhos se encheram d’água porque nem eu acreditava tanto em mim. Valeu muito!”, conclui a jovem.

Militar é cumprimentada ao receber platina em cerimônia na AFA-Foto: FAB

Já para o Cadete Gabriel Mariano Ferreira de Farias, vindo da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), não foi a distância da cidade de Recife (PE), onde residem seus familiares, mas sim o cansaço e a ansiedade que dificultaram os dias de adaptação à rotina da AFA.

“Tentava manter a calma, organizar minhas coisas o mais rápido possível durante a noite. Aproveitar os poucos momentos de descanso para falar com meus pais ou escutar uma música. Estava bem ansioso, pois foram três anos esperando para ser cadete aviador”, relata.

E os jovens ainda terão muitas batalhas. Com a reformulação do currículo da AFA, os cadetes aviadores enfrentarão os desafios do 2º Esquadrão de Instrução Aérea e a aeronave T-25 já no segundo semestre deste ano.

Cerimônia de entrega de platina- Foto: FAB

O Ninho das Águias recebeu os candidatos aprovados no processo seletivo da AFA em 10 de janeiro. Já os egressos da EPCAR apresentaram-se no dia 18 de janeiro. Desde então, os estagiários receberam instruções sobre a vida e os valores militares, treinamento físico e palestras. Formam o Primeiro Esquadrão 185 homens e 14 mulheres, sendo: 134 cadetes aviadores, 47 cadetes intendentes e 18 cadetes de infantaria.

A formação dos cadetes terá duração de quatro anos. Os aviadores são preparados à pilotagem militar, sendo fomentado o desenvolvimento do espírito combativo; os intendentes, ao desempenho de funções para gerir as atividades administrativas e logísticas das Organizações Militares da Força Aérea; e os oficiais de infantaria são formados para gerir as atividades desenvolvidas nas unidades de Infantaria, incluindo as tarefas de operações especiais, emprego de tropa, de autodefesa das organizações da Força Aérea e de defesa antiaérea.

 

Via – FAB

Fotos: Soldado Messias-AFA-FAB