Caça F-35A da JASDF, o mesmo caça cairia meses depois- Foto USAF

Ontem (09/04) informações foram divulgadas pelas autoridades japoneses sobre um caça F-35A que havia desaparecido dos radares após ter decolado para cumprir um exercício de rotina. Mas nesta quarta-feira, as autoridades japoneses confirmaram que o caça stealh realmente caiu no Pacífico.

O ministro da Defesa do Japão, Takeshi Iwaya, declarou para jornalistas que há grandes chances dos destroços encontrados serem do F-35A Lightning II operado pela JASDF, o caça era o primeiro a ser montado no país asiático.

Ainda de acordo com o ministro japonês, as Forças de Auto Defesa e a Guarda Costeira estão a procura do piloto que estava no caça.

F-35A da JASDF.  Foto: U.S. Air Force by Staff Sgt

“Faremos o nosso melhor para encontrar o piloto desaparecido”, disse o ministro Iwaya.

Como já dito, o caça que caiu era o primeiro que foi montado em território japonês, com ele a JASDF já tinham 13 aeronaves do modelo F-35 operadas pelas forças militares japonesas.

O caça envolvido no acidente decolou por volta das 19h desta terça-feira (09/04), da Base Aérea de Misawa para cumprir um treino noturno. Quando desapareceu do radar o caça estava voando com outras três aeronaves, a cerca de 135 km da base aérea.

Desde janeiro a JASDF está aos poucos substituindo os antigos caças F-4 pelos novos F-35A. A base de Maisawa já é formada por um esquadrão de F-35A e conta com 80 militares.