Ministro fala em reduzir frota da Alitalia, e saída da Skyteam

Foto - Alitalia

Várias propostas de reestruturação da Alitalia foram colocadas na mesa durante as últimas semanas de crise, algumas até agressivas, diminuindo drasticamente a frota da companhia.

No entanto, nesta última quinta-feira (23) o ministro da Indústria da Itália, Stefano Patuanelli, explicou melhor a situação da companhia italiana, e quando o governo deve passar a administrar novamente a empresa.

De acordo com Patuanelli, a Alitalia deve ser iniciada em junho, sim, iniciada, visto que para o Governo Italiano significa que a antiga companhia será extinta, juntamente com todos os seus vícios administrativos.

“Graças à intervenção do Estado, a Alitalia será capaz de competir efetivamente assim que o setor se recuperar pós pandemia”, disse o ministro Patuanelli. “Até agora, a Alitalia era um vaso de cristal entre vasos de aço. A nova Alitalia começará na mesma posição de competitividade que as outras companhias aéreas”.

Ao mesmo tempo, o ministro citou que a companhia terá sua frota reduzida, porém de 113 para aproximadamente 90 aviões, mantendo boa parte dos seus voos internacionais de longa distância.

O Governo Italiano também não está nada satisfeito com a participação da Alitalia na Skyteam, e ameaça retirar a empresa da aliança global. Porém, isso vai demandar diversas reuniões, onde o futura da companhia também será discutido.

 

DEIXE UMA RESPOSTA