O presidente e CEO da Boeing, Dennis Muilenburg, divulgou a seguinte declaração a respeito do relatório do ministro etíope dos Transportes, Dagmawit Moges, hoje (17/03).

Em primeiro lugar, nossas mais profundas condolências estão com as famílias e entes queridos daqueles a bordo do Voo 302 da Ethiopian Airlines.

A Boeing continua apoiando a investigação e está trabalhando com as autoridades para avaliar novas informações assim que elas estiverem disponíveis. A segurança é a nossa maior prioridade à medida que projetamos, construímos e damos suporte para nossos aviões. Como parte de nossa prática padrão após qualquer acidente, examinamos o projeto e a operação de nossas aeronaves e, quando apropriado, instituímos atualizações de produtos para melhorar ainda mais a segurança. 

Enquanto os investigadores continuam trabalhando para estabelecer conclusões definitivas, a Boeing está finalizando o desenvolvimento de uma atualização de software e revisão de treinamento de pilotos previamente anunciada que abordará o comportamento do controle de voo do MCAS em resposta a entradas errôneas de sensores. Também continuamos a fornecer assistência técnica a pedido e sob a direção do National Transportation Safety Board, dos EUA.

De acordo com o protocolo internacional, todas as investigações sobre a investigação de acidentes em andamento devem ser dirigidas às autoridades investigadoras.

 

Via – Boeing