Membros da tripulação do SpaceX Crew-1 da NASA- Foto/Divulgação: NASA

A NASA está planejando para o dia 23 de outubro o lançamento da primeira missão operacional Crew-1, usando a nave Dragon da SpaceX.

A missão acontece após a bem sucedida missão Demo-2 que levou e trouxe os astronautas Robert Behnken e Douglas Hurley da Estação Espacial Internacional (ISS).

Desta vez a Dragon vai com quatro tripulantes, são eles o comandante Michael Hopkins , o piloto Victor Glover e a especialista em missões Shannon Walker, todos da NASA, e finalizando Soichi Noguchi da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA), Soichi Noguchi.

Espaçonave Crew Dragon da SpaceX- Foto: NASA

Mas contrário da missão demo, essa será de longa duração, e os astronautas irão passar seis meses na ISS.

Contudo, outro lançamento já está agendado para acontecer, trata-se da missão Crew-2, prevista para acontecer em 2021.

Além disso, outras missões estão agendadas para acontecer mas ainda não se tenha uma data definida.

 

Entretanto, um dos motivos mais especiais da missão Demo-2 que lançou Bob e Doug e das missões de Crew-1 e Crew-2, é a voltada dos lançamentos de astronautas dos EUA em solo e em veículos de fabricação norte-americana, algo que não acontecia desde 2011 com a aposentadoria dos Space Shuttles.


Todavia, não é apenas a SpaceX que está na jogada de lançar astronautas da NASA, a Boeing também está jogo e para isso aposta na sua espaçonave Starlier.

Astronautas do Programa de Tripulação Comercial da NASA- Foto: NASA

No entanto, o lançamento tripulado da Straliner está atrasado, visto que a nave passou por problemas em um lançamento teste com cargas no ano passado.

Contudo, a Boeing segue confiante em sua espaçonave para fazer os lançamentos tripulados para a NASA.

 

DEIXE UMA RESPOSTA