A Força Aérea da Nigéria receberá três caças de fabricação paquistanesa e chinês JF-17 Thunder, além de oito drones de fabricação chinesa.

A Nigéria assinou o contrato com a empresa a Chengdu e o Complexo Aeronáutico do Paquistão em janeiro de 2018, o que fez o país africano se tornar o primeiro cliente internacional do caça JF-17.

Caça JF-17 da PAF com uma silhuetas de um Mig-21 abatido na fuselagem- Foto:Autor desconhecido

Pilotos e técnicos do Paquistão serão enviados à Nigéria para o primeiro ano de operação dos novos caças.

O JF-17 é um projeto bilateral entre o Complexo Aeronáutico do Paquistão e a empresa chinesa Chengdu.  Além da Nigéria, Mianmar também opera esse modelo de caça.

A Nigéria também está fazendo outra aquisição e essa envolve o Brasil, pois o país africano vai ter algumas unidades do caça leve A-29 Super Tucano da Embraer.

A-29 da Força Aérea da Nigéria- Foto: Embraer

A força aérea nigeriana já opera outro caça de origem chinesa, o Chengdu F-7Ni que serão modernizados, sendo que sete serão desmontados e enviados à China e outros dois serão atualizados na própria Nigéria.

Ainda na aviação a jato, a Nigéria opera os jatos de traino avançado Dassault Alpha Jet que também estão passando por manutenção.


DEIXE UMA RESPOSTA