Norte-americanos agora podem contar com a Força Espacial dos Estados Unidos

A Força Espacial dos EUA (USSF, na sigla em inglês) foi estabelecida como o sexto ramo militar das Forças Armadas dos EUA em 20 de dezembro de 2019, quando o Presidente Donald Trump assinou a Lei de Autorização de Defesa Nacional de 2020.

A USSF ficará como um braço da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), sob a liderança da secretária da força aérea, Barbara Barrett.

O general de quatro estrelas, John Raymond, agora conhecido como chefe de operações espaciais, é o líder militar sênior da USSF. O chefe de operações espaciais se tornará um membro pleno do chefe de gabinete conjunto em dezembro de 2020, ao lado dos chefes de serviço militar do Exército dos EUA, do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, da Marinha dos EUA e da USAF, além do chefe do Gabinete da Guarda Nacional.

“O estabelecimento da Força Espacial dos EUA é um evento histórico e um imperativo estratégico para nossa nação. O espaço se tornou tão importante para nosso modo de vida, nossa economia e nossa segurança nacional que precisamos estar preparados como nação para protegê-lo de ações hostis”, diz o secretário de defesa Mark Esper. “Este novo serviço ajudará a garantir que estamos posicionados para impedir a agressão, defender nossos interesses nacionais e superar potenciais adversários”.

Os movimentos da China e da Rússia para colocar armas no espaço, como mísseis anti-satélite, já foram citados como motivos pelos quais os EUA precisavam de um novo ramo militar focado exclusivamente no espaço.

A USSF deve ser gradualmente estabelecido como um órgão independente nos próximos 18 meses, diz o Departamento de Defesa dos EUA.

A USSF tem a tarefa de contratar profissionais espaciais militares, adquirir sistemas espaciais militares, como satélites e foguetes, e desenvolver a doutrina militar dos EUA para o poder espacial.


Para começar, cerca de 16000 funcionários do Comando Espacial da USAF serão alocados para a USSF. Com o tempo, o Pentágono prevê consolidar as missões espaciais da Marinha e do Exército dos EUA na USSF.