F-35 fuselagem nrotrhop grumman
A 900ª fuselagem central do F-35 produzida pela Northrop Grumman. Foto: Divulgação.

A Northrop Grumman entregou na segunda-feira (14) a 900ª seção de fuselagem central para o caça stealth F-35 Lightning II. A peça foi produzida na linha de montagem integrada (IAL) da Northrop, onde são fabricadas as fuselagens centrais para as três variantes do F-35 (A, B e C). 

 “A IAL é uma instalação de produção de classe mundial que usa o que há de mais moderno em automação e robótica para entregar grandes esforços de produção de aeronaves em escala”, afirma a companhia em comunicado

A Northrop Grumman é a principal parceira da Lockheed Martin no projeto, desenvolvimento, produção e manutenção do caça multifuncional para os Estados Unidos e seus aliados.

Foto: Northrop Grumman.

Além das fuselagens centrais do F-35, a Northrop Grumman também é responsável por desenhar e produzir os seguintes itens do caça: 

  • Radar de varredura eletrônica ativa (AESA) AN/APG-81;
  • Conjunto de sensores infravermelho AN/AAQ-37 Distributed Aperture System (DAS), usado para detectar mísseis, aeronaves e gerar imagens diversas; 
  • Conjunto de aviônicos de comunicação, navegação e identificação (CNI) AN/ASQ-242; 
  • Desenvolvimento de sistemas de missão e software de planejamento de missão;
  • Entrega de suporte de sustentação e modernização para usuários do F-35;
  • Desenvolvimento e entrega de cursos de sistema de treinamento de pilotos e mecânicos. 

Mais de 760 caças F-35 foram entregues. A frota mundial já acumula mais de 480 mil horas de voo, 1560 pilotos e 11,680 mantenedores. Nove países – EUA, Japão, Inglaterra, Itália, Coreia do Sul, Austrália, Holanda, Israel e Noruega – já declararam a capacidade inicial operacional com o modelo. O caça também já opera a partir de 25 bases e 9 embarcações. 

Imagem

Na última semana, a Finlândia assinou a carta para a compra de 64 caças F-35A, que futuramente substituirão os F/A-18C/D Hornet do país. O modelo também foi selecionado pela Suíça como seu novo caça, além de ser visto com bastante interesse pela Grécia, Romênia, Emirados Árabes e Tailândia. O modelo também concorre contra o JAS-39E Gripen no Canadá e o F/A-18 Super Hornet/Growler na Alemanha.