737 MAX Norwegian Air
Foto: Norwegian Air

A Norwegian Air chegou a um acordo com a Boeing para um novo compromisso para comprar 50 aeronaves Boeing 737 MAX 8. O acordo também inclui opções para mais 30 aeronaves. As 50 aeronaves devem ser entregues entre 2025 e 2028.

Contudo, o acordo das partes, em princípio, está sujeito a condições de fechamento, que estão destinadas a serem concluídas até o final de junho de 2022.

Curiosamente, antes do seu plano de reestruturação, a Norwegian Air chegou a operar 18 jatos do modelo e tinha um pedido para adquirir 92 jatos da família 737 MAX. Porém, para que voltasse a operar, a empresa se desfez da sua frota de aeronaves de longo curso do Boeing 787, bem como passou a operar rotas mais curtas apenas com o Boeing 737-800. 

A empresa pretende financiar o saldo devedor de pagamentos pré-entrega por meio de fluxo de caixa positivo das atividades operacionais. Uma parte significativa da aeronave será de propriedade da empresa, garantindo uma estrutura de financiamento otimizada e equilibrada de aeronaves. 

O acordo de compra demonstra o compromisso contínuo da Norwegian em operar uma frota moderna e eficiente. O Boeing 737 MAX 8 é aproximadamente 14% mais eficiente em termos de combustível em comparação com as aeronaves de geração anterior, colocando a empresa em forte posição para atingir sua meta de reduzir as emissões em 45% até 2030.

Até o momento, a Norwegian conta com uma frota de 64 aeronaves, sendo 62 do Boeing 737-800 NG e dois 737 MAX 8, conforme os dados do site Planespotters