A Norwegian planeja iniciar os seus voos transatlânticos com o 737 MAX a partir de junho deste ano, a nova rota irá conectar as cidades na costa leste dos Estados Unidos com as cidades Belfast, Cork, Dublin, Edimburgo e Shannon. A configuração escolhida pela companhia não será das melhores, o Boeing 737 MAX 8 da Norwegian terá 189 assentos, a capacidade máxima para a versão MAX 8.

O grande destaque é o baixo preço dessas rotas, a Norwegian disse que é possível comercializar esses voos por apenas US$65, indo para até US$99 em voos de grande demanda. Esse preço só será possível devido a eficiência operacional do Boeing 737 MAX, que é até 20% mais econômico por assento quando comparado com o 737 NG, e até 8% quando comparado com o A320neo.

Enquanto isso a Norwegian planeja receber o primeiro 737 MAX 8 em maio e iniciar os voos já a partir dia 15 de junho entre Edimburgo para Newburgh (New York), nos Estados Unidos. Esse será feito todos os dias, assim como o sentido inverso.

Foto – Boeing/Reprodução

No dia 16 de junho a companhia iniciará voos entre Edimburgo e o Aeroporto de Providence (Boston), nos Estados Unidos, com quatro frequências por semana. No dia 17 de junho a Norwegian iniciará os voos na rota de Edimburgo para Hartford, nos EUA. Essa rota terá 3 frequências (voo de ida e volta) semanais.

Já no dia 1 de julho a companhia irá iniciar os voos de Newburgh (New York), nos Estados Unidos, para Belfast e Dublin. Belfast terá 3 frequências por semana, já Dublin terá frequência diária. Ainda no dia 1 a companhia inicia voos entre o Aeroporto de Providence (Boston), nos Estados Unidos, e Cork, com 3 frequências semanais.

Foto – Boeing/Reprodução

A partir do dia 2 de julho a Norwegian também estreará a rota entre o Aeroporto de Providence (Boston), nos Estados Unidos, à Belfast e Dublin. Com 2 e 5 frequências semanais respectivamente. No dia 2 também se iniciam os voos entre Newburgh, nos EUA e Shannon, com 2 frequências semanais.

As novas rotas da Norwegian evitam os tradicionais destinos nas rotas transatlânticas como Boston/Logan e New York/JFK. A companhia trabalhará com aeroportos secundários que tem déficit de voos para a Europa. A única questão é a distância desses aeroportos para os centros de algumas cidades, Newburgh fica a 97km de Manhattan, e Providence a 95km do centro da cidade de Boston.

A Norwegian montará bases de pilotos em Newburgh e Providence, bem como irá abrir novas vagas de empregos nesses aeroportos, para apoiar os voos que serão realizados.

 

Via – FlightGlobal