Uma negociação entre a Low Cost Norwegian e a Sukhoi pode resultar em 40 encomendas para o Superjet SSJ100, o jato regional da fabricante russa.

Essa pode ser uma considerável encomenda para o SSJ100, enquanto várias companhias, como a Interjet, estão vendendo seus aviões depois de vários problemas de projeto do SSJ100, deixando aeronaves em solo e causando prejuízo nas operações. A Sukhoi também falha em prazo, de acordo com essas companhias, no fornecimento de peças de manutenção.

Estima-se que esse contrato da Norwegian, além de permitir voos na Sibéria, também resulta de um baixo valor de negociação por aeronave, e seria amplamente vantajoso para a Low Cost, acostumada a comprar aviões com os aviões ocidentais, mais caros.

Interior do SJ100 que pode ser configurado como 3+2 ou 2+2.

Parte desses jatos Sukhoi SSJ100 podem voar para o Brasil, visto que a unidade argentina receberá 10 aeronaves deste modelo, que pode transportar até 108 passageiros.

A Norwegian costuma comprar suas próprias aeronaves, através de um braço de leasing da companhia. 

DEIXE UMA RESPOSTA