A África do Sul tem sofrido com a crise de sua companhia aérea estatal, entretanto o país está próximo de ganhar mais uma nova empresa. A Webclift como será chamada, é a nova companhia aérea sul-africana e a empresa tem grandes projetos para o futuro.

A nova companhia aérea está buscando seu certificado de operador aéreo e conseguir todas as autorizações necessárias. Os planos iniciais da Webclift são voltados para voos internacionais, um das rotas citadas é Johanesburgo para Miami.

Segundo o portal da empresa, o foco será em mercados aonde não tem uma grande oferta de voos. Em uma pesquisa feita recentemente, há uma grande demanda prevista para algumas cidades o que tornaria a rota viável. 

 Um dos donos da empresa o executivo Wanay Govinder, disse que estava a procura de um Airbus A330neo para iniciar as operações. Entretanto, com um estudo mais profundo o executivo agora opta por 2 Boeings 777-300ER.

Segundo Wanay o Boeing é mais atrativo em consumo, capacidade e seria o mais ideal para a Webclift. Os investimentos na nova empresa serão em forma de parcerias privadas, através de empréstimos e também de doações. 

A projeção é para ter grandes expansões em alguns anos, iniciar com os 2 Boeings 777 e ampliar para 10 aeronaves a medida que a empresa se consolida. Esta será uma das formas de ocupar uma lacuna deixada pela South African Airways. 

Atualmente a South African possui uma frota de 12 aeronaves, e está totalmente afundada em dividas. Nenhuma das aeronaves estão em operação, o que deixa a África do Sul sem uma grande empresa. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA