EA-18G Growler do esquadrão de testes VX-23 Salty Dogs com um NGJ-MB. Foto: Steve Wolff/US Navy.

O Next Generation Jammer Mid-Band (NGJ-MB), novo pod de interferência eletrônica da Marinha dos EUA (US Navy), atingiu o Milestone C no dia 28 de junho, divulgou o NAVAIR. A aprovação veio do secretário adjunto da Marinha para Pesquisa, Desenvolvimento e Aquisição, Frederick J. Stefany. Agora, o NGJ-MB tem luz verde para a fase de produção e implantação, prosseguindo para a produção inicial reduzida (LRIP).

“Esta capacidade é uma virada de jogo para nossos combatentes e a comunidade do Ataque Eletrônico Aerotransportado (AEA)”, disse o Contra-Almirante Shane Gahagan, Oficial Executivo de Programas para o Programa de Aeronaves Táticas. “O Milestone C é a próxima etapa crítica para garantir que nossa equipe seja capaz de fornecer recursos de última geração e alto desempenho para a frota.”

Produzido pela Raytheon, o NGJ-MB é um casulo de interferência eletrônica que abordará ameaças avançadas e emergentes usando as mais recentes tecnologias digitais, baseadas em softwares de Varredura Eletrônica Ativa (AESA). Ele também fornecerá recursos avançados de AEA para interromper, negar e degradar a defesa aérea inimiga e os sistemas de comunicação terrestre.

EA-18G Growler com o pod NGJ-MB. Foto: US Navy.

O equipamento será usado no EA-18G Growler, aeronave de guerra eletrônica baseada no F/A-18F Super Hornet, em serviço na Força Aérea Real Australiana e na US Navy. Inicialmente o NGJ-MB será empregado com o pod de interferência tática AN/ALQ-99, e mais tarde deverá substituí-lo. O casulo já completou com sucesso mais de 145 horas de testes de voo de desenvolvimento no Growler e tem mais de 3.100 horas de testes de câmara e laboratório.

“Alcançar o Milestone C e entrar na fase de produção valida as milhares de horas de teste e o planejamento que nossa equipe combinada da Marinha dos EUA e da Real Força Aérea Australiana contribuíram para essa capacidade evolutiva, e eu não poderia estar mais orgulhoso”, disse o capitão Michael Orr, Gerente do Programa de Sistemas AEA (PMA-234), que gerencia o programa NGJ-MB.

EA-18G pendurado em uma câmara anecoica durante testes de laboratório do NGJ-MB. Foto: USA Navy.

DEIXE UMA RESPOSTA