Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Crise aviação
Successful businessmen in the air transport business, worldwide transportation, International transportation concept.

Por Israel Treptow

Algumas das estratégias utilizadas pelos líderes da indústria no Brasil para encarar os impactos do Covid-19 e a importância de lideranças ativas

Quando eu recebi o convite para me tornar colunista do portal Airconnected, a minha primeira reação foi começar a pensar em um tema que fosse importante e relevante aos leitores, principalmente perante as atuais condições socioeconômicas do Brasil. Muito já se falou sobre os impactos sociais do Covid-19, tema este que é de suma importância já que infelizmente, somente no Brasil, mais de 500.000 vidas foram perdidas. O aspecto econômico relacionado à pandemia também já foi bastante discutido: Quais os impactos sofridos na indústria? Retração da oferta de assentos, cancelamento/adiamento na fabricação e entrega de aeronaves, postos de empregos perdidos, empresas adotando estratégias radicais de reestruturação e até mesmo o fechamento de suas portas, etc.; enfim, impactos negativos significativos. Portanto, pensei em mudar um pouco a óptica das análises e falar sobre os responsáveis por conduzir as organizações do setor de aviação durante o período de crise e as decisões acertadas que garantiram a sobrevivência dos negócios e os preparou para a retomada que vem por aí. É importante lembrarmos que organizações nada mais são do que as pessoas à frente delas. 

“Liderar através do exemplo” esta é uma frase que eu levo comigo desde o primeiro dia em que a ouvi e, na minha opinião, resume de maneira clara como um líder deve se comportar: Sempre manter altos padrões morais e éticos durante a condução de suas atividades, mantendo o “tripé” finanças, pessoas e meio ambiente como guia de suas ações; ser o exemplo sobre suas próprias expectativas acerca de sua equipe. Mais importante do que ser reconhecido pelos resultados obtidos, é ser reconhecido pelo caminho trilhado até lá” esta frase já foi utilizada e adaptada por diversos líderes dentro e fora da indústria de aviação e complementa a liderança através do exemplo. Resultados são obviamente fundamentais, mas o caminho percorrido é tão importante quanto, e líderes que seguem a definição genuína da palavra consideram em suas decisões as diversas variáveis existentes. 

No Brasil, as principais empresas da indústria de aviação enfrentaram os desafios de 2020 e 2021 de maneira exemplar, contando com o comprometimento e dedicação de excelentes líderes. Resiliência, inovação e continuidade dos negócios são características extremamente presentes nos líderes das empresas no Brasil, muitas vezes “forjadas a ferro e fogo” em função dos desafios constantes de se fazer negócios no país. Não à toa, reconquistaram a confiança de investidores, clientes e passageiros e estão prontas para a retomada completa das atividades uma vez que seja seguro assim o fazer. Tanto as principais empresas de transporte aéreo, como outras gigantes do ramo, cumpriram com o seu dever de casa e agora estão aptas a se manter competitivas e saudáveis.     

Liderança e gestão

Mas e quem são os líderes dentro de uma organização? Será que são somente os presidentes e vice-presidentes? Talvez alguns dos diretores? Eu particularmente acredito que todos que são responsáveis por gerir pessoas devem ser considerados líderes. Normalmente, tendemos a acreditar que coordenadores e gerentes são encarregados apenas pelo dia a dia das empresas, e que unicamente exercem funções de gestão de atividades, caracterizando uma diferenciação entre gestão e liderança. Esta diferenciação não está totalmente errada, mas estes gestores também exercem o papel de líderes e são responsáveis por “traduzir” a visão e estratégias da empresa em ações a suas equipes, de maneira a garantir que todos entendam a sua importância para as atividades da organização, que cada um faz parte de algo maior e são necessários para o sucesso da empresa.

A ideia deste artigo foi expor um pouco as características de liderança e gestão de pessoas que, do meu ponto de vista, fizeram a indústria de aviação no Brasil navegar a crise de maneira correta. Também gostaria de estimular você, leitor, a pensar um pouco sobre o seu papel na indústria. Eu acredito que estamos preparados para a retomada que está por vir e tenho confiança nas lideranças de nossas empresas!

Clique aqui para ver mais artigos e notícias no Portal AirConnected

DEIXE UMA RESPOSTA