porta-aviões chinês Liaoning

O porta-aviões chinês Liaoning teve recentemente as suas operações filmadas a partir de um outro país, sem ser uma divulgação da mídia estatal chinesa.

Esta talvez foi a primeira vez que o porta-aviões foi exibido publicamente sem o controle estatal da China, e por outro país. Confira abaixo:

No vídeo acima, filmado possivelmente por um tripulante do contratorpedeiro da Marinha dos EUA USS Mustin, podemos ver um caça fabricado na China do modelo J-15 pousando no porta-aviões.

Outras embarcações acompanhava o porta-aviões, como um Navio de Guerra (warship) e um Destroyer.

Curiosamente o Liaoning é um porta-aviões incomum. Ele foi o primeiro da China, e com tecnologia até recente, visto que foi lançado em 2012, ele funciona mais como um “porto” de transferência para os aviões de caça.

Vamos explicar melhor essa questão. O Liaoning tem uma pista curta, menor em comparação com as embarcações norte-americanas. Além disso, não temos a presença de um sistema de catapulta a bordo.

Deste modo, o desempenho dos caças J-15 na decolagem, a partir da embarcação, fica bastante comprometido e limita as operações com armas ou o raio de ataque dos caças.

Cerca de 24 caças J-15 podem ser transportados pelo Liaoning, que tem seu desenho bastante inspirado nos porta-aviões russos e ingleses, com uma rampa inclinada ajudando nas decolagens das aeronaves.

 

Via: Popular Mechanics