Foto: Oliver Roesler - Lufthansa

A Lufthansa está removendo todos os assentos de quatro de seus Airbus A330. Esses aviões estão sendo usadas como cargueiros, além de usar o Airbus A350 para transportar mercadorias nos assentos.

Como as operações de passageiros praticamente pararam, a Lufthansa mudou seu foco principal para a movimentação de carga. A carga ainda precisa ir de um ponto a outro, com um número significativo de aeronaves de passageiros que não voam, a capacidade de transportar carga em porões de aeronaves também diminuiu. É por isso que a Lufthansa transformou algumas aeronaves de grande porte em cargueiros.

Foto: Lufthansa

Segundo dados da Planespotters, a Lufthansa possui atualmente 13 aeronaves de carga. Isso inclui sete aviões Boeing 777F e seis MD-11. A empresa deveria se aposentar do MD-11, no entanto o cronograma foi todo adiado devido ao período de alta demanda.

Para a Lufthansa, as 13 aeronaves de carga não são suficientes. A companhia aérea tem aumentado a capacidade com aeronaves de passageiros. A Lufthansa foi uma das primeiras companhias aéreas a começar a voar com carga carregada nos assentos dos passageiros. Agora, a companhia aérea está convertendo algumas aeronaves de passageiros em cargueiros improvisados.

De acordo com o site da Lufthansa Cargo, um dos A330-300 da companhia aérea pode transportar 37.985 libras de carga em seus porões. No entanto, a companhia aérea começou a colocar caixas nos assentos dos passageiros para maximizar a capacidade na ausência de passageiros.

Agora, a companhia aérea decidiu converter quatro de seus Airbus A330-300 em cargueiros improvisados, removendo os assentos internos. 

Não está claro imediatamente quais aeronaves foram removidos os assentos, já que seis aviões A330-300 estão operando voos de carga fora de Frankfurt, de acordo com dados do FlightRadar24.com.


Esses são os:

  • D-AIKH;
  • D-AIKI;
  • D-AIKN;
  • D-AIKO;
  • D-AIKP.

Além das conversões do Airbus A330, a Lufthansa também está usando quatro Airbus A350 para voos de carga a partir do seu hub de Munique.

Essas aeronaves mantiveram seus assentos, por enquanto, o que significa que as caixas estão sendo carregadas nos assentos. De acordo com a Lufthansa, os Airbus A350 estão carregando principalmente máscaras faciais.

DEIXE UMA RESPOSTA