O horário brasileiro de verão termina no dia 17 de fevereiro, à meia-noite (na virada de sábado para domingo) nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Por isso, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) recomenda aos passageiros que fiquem atentos à mudança do horário, verificando, sempre, o que está escrito no bilhete aéreo, pois eles são emitidos levando-se em conta a hora local vigente na data da viagem.

Importante ressaltar que a informação da partida se refere ao horário na cidade de origem e a da chegada ao horário da cidade de destino. Dessa forma, os bilhetes emitidos sempre consideram, além das diferenças de fuso, as diferenças resultantes do início ou fim do horário de verão.

Em caso de dúvida, os passageiros são orientados a buscar informações no site da companhia aérea contratada ou por meio dos canais de atendimento telefônico.

Para mais informações e dicas para sua viagem, consulte o Guia do Passageiro Voar Melhor, da ABEAR.

 

Onde muda

O horário de verão chega ao fim no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná, em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, no Espírito Santo, em Goiás, em Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal.

Nesses estados, os relógios deverão ser atrasados em uma hora. Nas regiões Norte e Nordeste, que ficaram de fora da medida, os relógios não sofrem alteração.

 

Via – ABEAR