Com finalidade de testar o seu jato em condições anormais de uso, a Pilatus iniciou os testes do PC-24 em pista sem pavimentação, para comprovar que a aeronave pode ser usada até em locais sem uma grande preparação para receber aviões.

Os testes estão sendo realizados em Woodbridge Airfield, um local à nordeste de Londres, no total são duas semanas de testes, onde a Pilatus poderá conferir se esse tipo de operação afeta estruturalmente os componentes na parte inferior da aeronave.

Devido ao PC-24 já ter certificação de tipo, ele receberá o adicional “Rough Field”, autorizando esse tipo de uso até dezembro deste ano, de acordo com o planejamento da Pilatus.

Com essa certificação adicional em mãos, a Pilatus espera uma expansão no mercado do PC-24, visto que a possibilidade de pousar em locais sem pavimentação adequada possibilita que o PC-24 realize o dobro de operações, em comparações com concorrentes que não realizam esses tipos de voos.

O presidente da Pilatus, Oscar J. Schwenk, ressaltou que o jato foi criado desde o início com reforços nas estruturas próximas do solo, como os flaps e as asas, e não precisa de uma versão especial para realizar operações “Rough Field”.