Durante uma decolagem com 130 passageiros a bordo e 6 tripulantes, saindo de Tiruchirappalli (Índia) para Dubai, um Boeing 737-800 da Air India Express colidiu com uma série de antenas localizadas na cabeceira da pista 09/27 do aeroporto.

Distante em 305 metros da cabeceira, a aeronave colidiu com o conjunto de antenas, além do muro de baixa altura do local. Essa colisão causou danos na parte inferior da aeronave, próximo à cauda, além do trem de pouso e da carenagem ao redor do compartimento do mesmo.

Já subindo para a altitude de 36000 pés (FL360) a tripulação foi informada pelos controladores de tráfego aéreo da colisão, e optaram por alternar para Mumbai, distante 926 quilômetros do ponto de onde a aeronave estava.

Os pilotos pousaram em Mumbai após cerca de 04h15 de voo.

A DGCA, um órgão que regulamenta a aviação na Índia, abriu uma investigação, ambos os pilotos estão suspensos durante essa investigação.

O aeroporto informou que o conjunto de antenas localizadas na cabeceira, para uso em uma situação de pouso por instrumentos e sem visibilidade, não deve voltar a funcionar até janeiro de 2019.

 

Via – The Aviation Herald