Piloto de Caça Ucrânia Coronel Oleksandr Oksanchenko RIAT
O Coronel Oleksandr Oksanchenko foi abatido por mísseis S-400 da Rússia no dia 25/02. Foto: Força Aérea da Ucrânia

Um lendário piloto da Força Aérea da Ucrânia foi homenageado no Royal International Air Tattoo (RIAT) 2022. O Coronel Oleksandr Oksanchenko, experiente piloto de Sukhoi Su-27 Flanker, foi abatido e morto enquanto combatia contra a Rússia em seu país. 

Considerado um Ás – apesar de não ter obtido esse status em combate – Oksanchenko faleceu no dia 25/04 nos comandos de um Su-27. Ele teria sido abatido perto de Kiev por mísseis antiaéreos do sistema S-400, o mais moderno usado pela Rússia no conflito. 

Em 2017, o aviador ucraniano apelidado de “Grey Wolf” ganhou o prêmio de melhor apresentação no RIAT. Sua incrível demonstração, usando o potente caça com a chamativa camuflagem azul digital, lhe garantiram o troféu “As the Crow Flies”, concedido pelos juízes membros do Friends of the Royal International Air Tattoo. 

A divulgação de sua morte pela Força Aérea Ucraniana em 01/03 chocou vários entusiastas de aviação, especialmente aqueles presenciaram suas demonstrações com o Su-27. Alguns canais ainda associaram seu nome com a lenda urbana do Fantasma de Kiev.

Com o retorno do RIAT, cuja última edição foi em 2019, os organizadores prepararam uma simples mas emocionante homenagem ao piloto de caça. 

No pátio da base de RAF Fairford, uma bandeira ucraniana e uma placa com o nome do Coronel Oksanchenko dividiram o espaço com as centenas de aeronaves. Além disso, calços de aeronaves foram colocados como se o seu Flanker estivesse ali. 

O Coronel Oksanchenko estava aposentado desde 2018. Com a invasão de seu país pela Rússia em 24/02, ele se apresentou à sua antiga unidade, a 831ª Brigada de Aviação Tática da Base Aérea de Myrhorod, para voltar aos comandos do Su-27, mas foi abatido no dia seguinte à invasão russa. O presidente Volodymyr Zelensky lhe concedeu o título de Herói da Ucrânia postumamente. 

Segundo uma fonte independente, a Força Aérea Ucraniana já perdeu cinco caças Su-27 no conflito.