F-2 canopy JASDF
Caça F-2 Viper Zero da JASDF perdeu o canopy durante acionamento para interceptar uma aeronaves desconhecida.

Em outubro, um caça F-2 Viper Zero da Força Aérea de Autodefesa do Japão perdeu o canopy em voo. Agora, a JASDF revelou que o incidente pode ter ocorrido porque o piloto esqueceu de travar o equipamento. 

No dia 10/10, um par de caças F-2A do 6º Esquadrão de Caça Tático foi acionado para interceptar uma aeronave. Os aviões decolaram da Base Aérea de Tsuiki. Cinco minutos depois da decolagem, uma das aeronaves perdeu a capota e uma escada de emergência

O piloto da aeronave avariada abortou a missão e fez um pouso de emergência 15 minutos depois. Uma inspeção em solo revelou danos na forma de arranhões no estabilizador vertical do F-2. 

Segundo a Força Aérea Aérea Japonesa, acredita-se que a queda do canopy pode ter ocorrido porque o piloto não o travou corretamente. Se o canopy não estiver travado, uma luz de alerta acenderá no painel. Como o militar não observou este alerta, a JASDF seguirá investigando o ocorrido. 

“Vamos educar nossos membros com base nesta causa provável e aplicar todas as medidas para a segurança dos voos”, disse o Comandante da JASDF, General Shunji Izutsu, à NHK News.

F-2 JASDF
Caça F-2 Viper-Zero da JASDF

O F-2 é uma aeronave de caça fabricada no Japão pela Mitsubishi. É uma versão do F-16 produzida sob licença, com otimização para ataques contra navios. A principal diferença está no tamanho, com uma área de asa 25% maior que a do F-16.

A tomada de ar, comprimento e stabilators também são maiores. O F-2 também foi o primeiro caça operacional a empregar um radar de varredura eletrônica ativa (AESA). 

DEIXE UMA RESPOSTA