KC-130J USMC Acidente medalha
Foto via US Naval Institute.

Um piloto do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA (USMC) recebeu uma das mais importantes medalhas por bravura e a mais importante dentro da aviação militar. Na última quarta-feira (26), o Capitão Michael Wolff foi condecorado com a Distinguished Flying Cross (DFC) por suas ações em setembro de 2020, que salvaram a cidade de sete militares. 

Em 29/09/2020, o Cap. Wolff pousou um KC-130J Super Hercules no campo de uma fazenda, ao lado do Thermal Airport, na Califórnia. Durante uma operação de reabastecimento em voo com um F-35B Lightning II, também do USMC, o caça acabou colidindo contra o avião-tanque pilotado pelo oficial condecorado. 

Foto: USMC.

O piloto do caça ejetou – um vídeo mostrando a queda e explosão do F-35 viralizou nas redes – enquanto Wolff conseguiu fazer um pouso de emergência com o Hercules que estava com os dois motores do lado direito parados, salvando a vida de seu copiloto e os seis tripulantes. 

Quase dois anos após o grave acidente, o aviador foi condecorado com a DFC. A medalha foi entregue pelo comandante da 3ª Ala de Aeronaves dos Fuzileiros, Major-General Gen. Bradford J. Gering, durante uma cerimônia na Estação Aeronaval de Fuzileiros de Miramar, em San Diego. 

“Estou grato como tudo acabou. Estou feliz por estar vivo”, disse Wolff. “Ainda amo voar e fiquei feliz em voltar ao ar o mais rápido possível. Cada um fez sua parte e se uniu”.

A Distinguished Flying Cross é a maior condecoração entre aviadores e a quarta maior por bravura, concedida por heroísmo ou conquista extraordinária durante a participação em voo.